quinta-feira, setembro 29, 2016

Petição quer elevar Calçada Portuguesa a Património Mundial

Vai ser lançada online uma petição, promovida por Fernando Pereira Correia, calceteiro com mais de 40 anos de profissão, no sentido de que a calçada portuguesa seja classificada como património mundial.
A petição foi apresentada pelo seu promotor ao Parlamento, acompanhada por uma exposição que considera a calçada portuguesa um "símbolo nacional de grande valor patrimonial".
O promotor, Fernando Pereira Correia, 53 anos, natural de São João de Tarouca, no distrito de Viseu, revelou que aprendeu o ofício aos 13 anos e decidiu tomar agora esta iniciativa "por amor à calçada portuguesa". 
Depois de frequentar um curso de formação de calceteiros na Câmara Municipal de Tarouca, trabalhou nesta arte como funcionário público, até aos 26 anos, na Câmara Municipal de Loures e a partir dessa idade criou a própria empresa.
O objectivo imediato do promotor será "conseguir 5000 assinaturas para levar a petição ao Parlamento para ser debatida em plenário".

Sobre o estado da calçada portuguesa em Portugal, Fernando Pereira Correia considera que "está a deteriorar-se e a ser negligenciada, basta ver casos como a zona de Belém", onde há grande afluência de turistas.
"As calçadas e passeios desfazem-se, estão abandonadas ou são substituídas por cimento ou betão, em vez da calçada original ser restaurada", criticou.

Por outro lado, "também falta formação de calceteiros, e as autarquias ou o Ministério da Educação deveriam fornecer cursos nesta área".
Fotos Beco das Barrelas 

Sem comentários:

Enviar um comentário