terça-feira, maio 17, 2016

Vhils é personalidade do ano para a imprensa estrangeira - dois anos depois de ser acontecimento cultural do ano para o Beco das Barrelas



O artista Alexandre Farto, que assina como Vhils, recebeu segunda-feira, em Lisboa, o prémio personalidade do ano da Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal (AIEP), por ter contribuído "para levar o nome do país ao exterior", em 2015.
"O país - e a grande Lisboa em particular - afirmou-se como um centro da Arte Urbana. O contributo do Vhils para isso foi essencial", afirmou a presidente da AEIP, Alison Roberts, na sessão de entrega do prémio Martha de La Cal, que decorreu no IADE - Instituto de Arte e Design, em Lisboa.
Alexandre Farto, 28 anos, captou a atenção a 'escavar' muros com retratos, um trabalho que tem sido reconhecido a nível nacional e internacional e que já levou o artista a vários cantos do mundo.
Para Alison Roberts, no trabalho de Vhils "impressiona não só a sua habilidade com métodos e materiais, simbolicamente aliando a destruição à criação, mas a sua sensibilidade, a história do meio urbano e as vidas humanas nas comunidades onde ele trabalhou".
Alexandre Farto contou que recentemente esteve, com a sua equipa, no México, onde fez "uma série de intervenções em várias cidades".
"É interessante perceber como a arte tem o poder de criar uma relação com o ser humano e, a partir daí, criar diálogo e por o foco em situações nas quais a arte serve quase como uma arma para essas pessoas. É nesse sentido que o trabalho se tem espalhado e tem feito sentido em diversos sítios do mundo", afirmou.
O prémio foi entregue pelo ministro da Cultura, Luís Castro Mendes, que disse ser "admirador da obra de Vhils".

NOTA BEM: Em 31 de Dezembro de 2014, este blogue, o Beco das Barrelas, classificou a explosão de arte urbana em Lisboa e nomeadamente a obra do artista Alexandre Farto como O ACONTECIMENTO CULTURAL DO ANO DE 2014. 
 Recorde aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário