quinta-feira, março 24, 2016

Cinema português no IndieLisboa

Entre os quase 300 filmes seleccionados para a 13ª edição do IndieLisboa, 40 são portugueses, a maioria em estreia mundial. Desses 40, dez são longas-metragens, entre as quais Treblinka, de Sérgio Tréfaut, Cartas de guerra, de Ivo M. Ferreira, "O cinema, Manoel de Oliveira e eu", de João Botelho, e Operação Angola: Fugir para Lutar, de Diana Andringa.
Cartas de guerra, de Ivo M. Ferreira

A competição internacional conta com vários filmes portugueses: Olmo e a gaivota, de Petra Costa e Lea GlobBalada de um batráquio, de Leonor Teles, Ascensão, de Pedro Peralta, Viktoria, de Mónica Lima, e Chatear-me-ia morrer tão joveeeeem..., de Filipe Abranches.

O realizador norte-americano Whit Stillman e a cineasta francesa Mia Hansen-Love voltam a ter destaque no IndieLisboa, com honras de abertura e fecho do festival.
Leonor Teles, Urso de Ouro em Berlim
Whit Stillman estará em Lisboa para apresentar, na abertura, o filme "Love & Friendship, a partir de uma história de Jane Austen. O IndieLisboa terminará com L"avenir, que valeu este ano a Mia Hansen-Love o prémio em Berlim de melhor realização. 
O realizador holandês Paul Verhoeven será um dos homenageados este ano no festival, na secção "Herói Independente".
O 13º IndieLisboa decorre entre 20 de Abril e 01 de Maio na Culturgest, São Jorge, Cinemateca e Cinema Ideal. 

CINEMA REGRESSA À AVENIDA DE ROMA


O Fórum Lisboa, antigo Cinema Roma, voltará a ter sessões regulares de cinema a partir de Abril, num projecto intitulado CinePop, focado na cinematografia das décadas de 1970 a 1990.

O Fórum Lisboa, comprado em 1997 pela Câmara Municipal de Lisboa, tem sido utilizado sobretudo para reuniões camarárias e está actualmente em obras. Quando reabrir, a partir de 3 de Abril, terá sessões regulares de cinema ao fim de semana, que se iniciam com a exibição de O Padrinho (1972), de Francis Ford Coppola.
A carteira de filmes para exibição no Fórum Lisboa conta, entre outros, com a trilogia O Padrinho, as séries Alien e Arma Mortífera, Os intocáveis e Scarface, de Brian De Palma, Nascido a Quatro de Julho, de Oliver Stone, e O grande Lebowski, dos irmãos Coen.

As sessões serão às 16:00, ao sábado ou ao domingo, e os bilhetes vão custar 2,5 euros.

Sem comentários:

Enviar um comentário